terça-feira, 26 de março de 2013

Keira Knightley


A aniversariante ilustre de hoje é a atriz inglesa Keira Knightley (26/03/1985). Keira está completando apenas 28 anos de idade, mas já apresenta um currículo capaz de causar inveja a muitos atores que encontram-se em atividade já há muito tempo. Começou na carreira de atriz ainda muito jovem, fazendo pequenas participações em programas televisivos ou em filmes, sem jamais chamar muita atenção. Começou a ganhar maior credibilidade no início dos anos 2000 quando emplacou sucessos seguidos que incluíam filmes como Simplesmente amor (Love actually, 2002) e Piratas do caribe: a maldição do Pérola Negra (Pirates of the Caribean: the curse of the Black Pearl, 2003), sendo este o capítulo inicial de uma franquia de enorme sucesso dos anos 2000 em que Keira contracenava diretamente com nomes altamente estabelecidos na indústria do cinema, como Johnny Depp, Orlando Bloom e Geoffrey Rush. 
A consagração definitiva, no entanto, veio em 2005, quando Keira encarnou com graça, sutileza e muita força uma das personagens femininas mais icônicas da literatura mundial: Elizabeth Bennet, protagonista do universalmente louvado Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. Se for para escolher o papel da carreira de Keira Knightley, é este – pelo menos por enquanto. Aqui ela apresenta-se melhor do que nunca e sua interpretação tornou-a efetivamente cativante para público e para a crítica. Na pele de Bennet, Keira recebeu indicações a importantes prêmios cinematográficos como o Globo de Ouro e o Oscar – na época, tinha apenas 20 anos de idade, tornando-se até hoje uma das mais jovens indicadas na categoria.
Após a explosão que foi Orgulho e Preconceito, Keira não deixou a qualidade de seu trabalho cair e muito menos diminuiu o ritmo. Emplacou sucessos atrás dos outros em produções variadas – esbanjando versatilidade – que variavam da ação cômica das continuações de Piratas do Caribe a filmes mais intimistas como Não me abandone jamais (Never let me go, 2010). Dessa nova fase, um grande destaque é sua participação como uma das personagens centrais da complexa e trágica trama de Desejo e Reparação (Atonement, 2007), filme aclamado por público e crítica.
Famosa por desenvolver bem papéis em filmes de época – bem evidenciados em longas como A duquesa (The duchess, 2008) e Anna Karenina (2012) – Keira é, para mim, uma das melhores atrizes desta nova geração. Jovem e sempre carismática, é sempre interessante acompanhá-la em cena. Uma atriz que para seus 28 anos já fez muita coisa, mas que pelo que já sabemos é capaz de muito mais. 

Sagaranando recomenda:
Orgulho e preconceito
Desejo e reparação
Não me abandone jamais

Lucas Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário